Início » The Last of Us: Entenda o que é Micologia e qual é o impacto na série da HBO
Destaque HBO Max Notícias

The Last of Us: Entenda o que é Micologia e qual é o impacto na série da HBO

Infectado de The Last of Us (Foto: Divulgação)

As produções da HBO Max trazem muito entretenimento, mas também são um meio importante de informação e conhecimento. Tanto é que, principalmente depois do segundo episódio de The Last of Us, veio à tona um termo que não é muito comum entre os leigos em biologia.

Entretanto, para os mais espertos, provavelmente devem ter se tocado logo do que se tratava. Estamos falando da Micologia, ciência que estuda os fundos. Conheça mais a seguir:

O que é Micologia?

Existem cientistas que tratam especificamente dos estudos dos fungos, quais os impactos deles nos mais diversos ecossistemas e dentre outras formas de desenvolvimento. A este campo de estudo, dá-se o nome de Micologia ou Micetologia, mas mais popularmente é utilizado o primeiro termo.

Veja também – Presidente da HBO e roteirista de The Last of Us comemoram sucesso: “História icônica”

Micologia vem do grego “mykes“, que significa cogumelo. Cogumelos são tipos de fungos, portanto o “logos” é do grego que significa estudar. The Last of Us se conecta com este conceito da biologia na medida em que o principal clímax do enredo se dá por conta de um evento ocasionado de um fungo.

Fungo da série que adapta o game homônimo, Cordyceps existe na vida real com o nome de Ophiocordyceps Sinensis. Na série, acompanhamos que os infectados pelo fungo se tornam irracionais e violentos. Entretanto, na realidade, esse fungo só afeta insetos e artrópodes.

Qual o impacto da Micologia em The Last of Us?

Os micologistas, biólogos especializados em cuidar desse campo do conhecimento, aparecem constantemente em The Last of Us. Os momentos em que eles mais surgem são durante os flashbacks, exibidos quando os personagens estão relembrando os estudiosos que cuidaram do Cordyceps.

Veja também – The Last of Us: Conheça os tipos de infectados que podem aparecer na série

Os cientistas aparecem fortemente protegidos, para não serem infectados. A cena que abre o segundo episódio de The Last of Us começa justamente com a presença de uma micologista, estudando o cadáver de uma mulher provavelmente tomada pelo fungo devastador.

A Micologia é crucial para The Last of Us porque é o claro retrato da derrocada de Jacarta. Com todos sendo infectados, um a um, até mesmo os micologistas morrem em meio a infecção generalizada, não restando praticamente ninguém para poder tratar dos doentes.

Por outro lado, no episódio em que vemos os estudiosos dedicados em analisar o caso da imunidade de Ellie, temos uma esperança de que a humanidade será salva a tempo de ser completamente dizimada pela infecção generalizada.

Sobre o autor

Gustavo Souza

Mestrando em Comunicação, pesquisador em Mídia e Infância e especialista em bate-papo sobre o universo da TV, novelas, cinema e streamings.

Comentar

Clique aqui para publicar um comentário