Início » Scanners: Clássico do cinema vai virar série no HBO
HBO Max Notícias

Scanners: Clássico do cinema vai virar série no HBO

HBO lançará adaptação televisiva de Scanners: Sua Mente Pode Destruir. (Foto: Divulgação)

O HBO Max não cansa de surpreender quanto às suas produções originais. Logo após outros grandes sucessos em seu catálogo, a plataforma de streaming se prepara agora para desenvolver uma série baseada em Scanners, clássico do cinema do gênero de terror. 

De acordo com um anúncio oficial da plataforma à Variety, a nova série se baseará no clássico filme de 1981 de David Cronenberg. “Perseguidas por agentes implacáveis dotados de poderes inimagináveis, duas mulheres vivendo às margens da sociedade precisam aprender a trabalhar juntas para derrubar uma vasta conspiração determinada a acabar com elas”, diz o prelúdio inicial. 

Veja também –  Torto Arado: HBO Max inicia sondagens para escalação de elenco na Bahia

Por outro lado, o clássico longa-metragem lançado em 1981 foi estrelado por Jennifer O’Neill, Stephen Lack e Michael Ironside e acompanhava um homem com poderes psíquicos. Ao descobrir os seus poderes, o protagonista se vislumbra com outros 237 indivíduos compartilhando dos mesmos poderes. Tudo não é em vão quando o protagonista precisará impedir um desses indivíduos de fazer loucuras com os seus dons. 

Em seu prequel, o HBO já escalou o diretor do filme clássico para assinar a produção executiva da nova série. Além disso, a produção contará com a direção de Yann Demange e o roteiro assinado por William Bridges (Black Mirror e Stranger Things). Os nomes no elenco de atuação deverão chegar em breve. 

Por fim, ainda não se tem uma data e nenhuma outra informação acerca da adaptação de Scanners: Sua Mente Pode Destruir. Contudo, fique ligado no Guia de Séries para não perder nenhuma atualização sobre a produção. 

Sobre o autor

Valtean Borges

Graduando em Geografia, aventuro-me no mundo da escrita como forma de explorar minha paixão pela 7ª arte. No Guia de Séries tenho a possibilidade de contar e viver histórias que, no futuro, servirão como grandes clássicos para as próximas gerações.

Comentar

Clique aqui para publicar um comentário