Início » Roteiristas de O Rei da TV minimizam e rebatem críticas da família de Silvio Santos
Notícias Star+

Roteiristas de O Rei da TV minimizam e rebatem críticas da família de Silvio Santos

O Rei da TV
Série O Rei da TV é polêmica/divulgação.

A série biográfica não-autorizada sobre Silvio Santos está dando o que falar e gerou insatisfações por parte de vários membros da família do comunicador e empresário. De acordo com o colunista Gabriel Vaquer, apesar de todas as críticas, a segunda temporada da história está garantida no Star+.

As próprias cenas da primeira temporada deixam explícito que haverá uma continuação. Oficialmente, o streaming ainda faz silêncio sobre o assunto. Entretanto, todos da equipe têm consciência de que a segunda temporada está assegurada pela plataforma de vídeo.

Veja também – Racionais: documentário da Netflix agrada, entra para o top 10 e ganha vídeo com curiosidades

Lançada no meio de outubro, O Rei da TV não foi bem aceita pela família de Silvio Santos –a ponto de Daniela Beyruti, “filha número 3” do homem do Baú, anunciar que a emissora da família, o SBT, pretende produzir uma versão própria da história.

No entanto, para os criadores da atração do Star+, as críticas não chegam a ser uma surpresa. “Acho natural que pessoas ligadas ao Silvio não gostem. A série é muito respeitosa com o personagem, mas não é chapa-branca”, aponta o roteirista André Barcinski.

Rei da TV e dono da própria história:

Ele segue: “O Silvio Santos sempre controlou a própria narrativa, e deve ser difícil ver outras pessoas narrando sua trajetória sem consultá-lo ou pedir sua aprovação”. O roteirista ainda garante que a série não ‘toma partido’ de ninguém, pois trata Silvio como uma pessoa genial, um homem que revolucionou a TV brasileira, mas também o exibe como um ser humano complexo e falível, como todas as pessoas.

Diretor de O Rei da TV, Marcus Baldini prefere que a série seja vista e criticada ao invés de vê-la ser completamente ignorada pelo público. “Eu não vejo a crítica como uma coisa nociva, mas como um diálogo que você estabelece. Cada um tem o direito de gostar ou não, o importante é que a gente teve a liberdade artística para fazer uma obra audiovisual independente”.

Para Barcinski, o diferencial de O Rei da TV é que Silvio Santos não é um personagem que deixou outras pessoas contarem sua vida. “Ele criou a própria história. Muito do que sabemos como a verdade sobre Silvio Santos foi relatada pelo próprio Silvio, em biografias e artigos que ele próprio narrou. Então ele, de certa forma, é seu próprio biógrafo”.

Sobre o autor

João Mesquita

Comentar

Clique aqui para publicar um comentário