Início » Justiça dos EUA condena astro de Power Rangers à pena de morte
Destaque Notícias

Justiça dos EUA condena astro de Power Rangers à pena de morte

O ator de Power Rangers recebeu a drástica decisão da Justiça (Foto: Divulgação)

As leis estadunidenses podem ser drasticamente diferentes às nossas. Isto porque, no Brasil ainda não existe pena de morte. Nas últimas horas, o tribunal de Justiça da Califórnia, nos Estados Unidos, decidiu que um dos atores que fazia parte de Power Rangers deveria ser morto.

Veja também – Warner convoca reunião secreta para discutir retorno de Harry Potter

O motivo foi um duplo homicídio, ocorrido em 2004. De acordo com informações do jornalista Henrique Nascimento, o ator Skylar Julius Deleon e sua ex-esposa Jennifer Henderson mataram uma dupla de empresários donos de um iate, após sequestrá-los e jogá-los em um rio.

O caso ocorreu pouco tempo depois que o astro de Power Rangers deixou a série e não conseguiu emplacar novos trabalhos em sua carreira artística. Os corpos das vítimas identificadas como Thomas e Jackie Hawks nunca foram encontrados.

Veja também – Cineasta morre no meio de gravações de filme com Fernanda Montenegro

Diante da brutalidade do caso, a Justiça decidiu pela pena de morte à Skylar e Jennifer. Hoje em dia, o ator se reconhece como mulher transgênero e trocou seu nome para Skylar Preciosa Deleon desde 2019. “Eu não sinto atração por homens. Mas eu quero a cirurgia e eu tenho 100% de certeza de que eu a quero“, declarou Skylar em 2009, numa entrevista à imprensa.

Ambos os acusados foram condenados a receberem uma injeção letal, que é uma espécie de morte mais lenta e branda, diferente do que ocorre com condenados à pena de morte em outras localidades dos Estados Unidos.

Sobre o autor

Gustavo Souza

Mestrando em Comunicação, pesquisador em Mídia e Infância e especialista em bate-papo sobre o universo da TV, novelas, cinema e streamings.

Comentar

Clique aqui para publicar um comentário