Início » Diretor comenta incêndio nos bastidores de Todas as Flores e revela consequências
Globoplay Notícias

Diretor comenta incêndio nos bastidores de Todas as Flores e revela consequências

Zoé e Judite/divulgação.

A Globo ainda está apurando as causas do fogo que consumiu boa parte da cidade cenográfica de Todas as Flores. Entretanto, o diretor Carlos Araújo revelou neste sábado (19) como a equipe da novela foi afetada pela tragédia.

Araújo conta que o incêndio começou justamente durante a pausa para o almoço –e não havia ninguém no cenário do folhetim do Globoplay. “Quando começou o incêndio, não tinha ninguém lá dentro. Então, só vimos a consequência”, explicou ele, em entrevista ao Gshow.

Veja também –  Sandman: 2ª temporada terá personagem que é transgênero nos quadrinhos

Ainda segundo ele, as gravações de Todas as Flores não serão impactadas a princípio. A plataforma de streaming vai disponibilizar todos os 45 capítulos da primeira fase até 16 de dezembro. Já a segunda parte será disponibilizada somente em abril de 2023, mas as gravações da novela já serão concluídas nas próximas semanas.

O cenário consumido pelas chamadas foi o da Rhodes, loja fictícia em que se passa boa parte de Todas as Flores. “Era lindo, de uma qualidade impressionante mesmo”, lamenta Araújo, que não acha que será necessário reconstruir o cenário para novas gravações, até por falta de tempo.

“Estamos nos aproximando do fim. Pode ser que tenha um ajuste ou outro, mas nada muito expressivo. Temos uma frente razoável. Então, muito possivelmente, até o final da novela, vamos ter um pouco da loja aparecendo nas cenas que já gravamos”, garante o cineasta.

Outro fator que tem atrasado algumas gravações nas últimas semanas é a covid, que está em alta e contagiou atores do elenco como Nicolas Prattes e Fabio Assunção. Com informações do Uol.

Sobre o autor

João Mesquita

Comentar

Clique aqui para publicar um comentário