Início » Astro do MCU responde renomados diretores que detonaram filmes da Marvel
Disney+ Notícias

Astro do MCU responde renomados diretores que detonaram filmes da Marvel

Tarantino não curte a Marvel
Tarantino fala sobre a Marvel/montagem.

Diretor de Avatar, o filme de maior bilheteria da história, James Cameron revelou recentemente que não olha com bons olhos para as atuais tramas da Marvel. Com isso, ele deixa claro que está do lado de outros grandes cineastas, como Tim Burton, Francis Ford Coppola e Martin Scorsese.

Dias depois foi a vez do diretor Quentin Tarantino soltar a língua e dizer o que pensa. Ele contou que não é dos maiores fãs do gênero de heróis no cinema, especialmente quando se trata da Marvel, que muitas vezes limita a liberdade criativa de seus diretores.

Veja também –  A saga cresceu: Percy Jackson ganha 6º livro, “O Cálice dos Deuses”, que pode afetar a série do Disney+

O premiado cineasta foi provocado quanto ao comentário de Scorsese sobre os filmes do MCU, que não seriam cinema, e Tarantino opinou sobre o assunto. Ele disse que o Universo Marvel afetou e moldou os espectadores nos dias atuais, pois os filmes da empresa, bem como os da DC, apenas desfrutam do monopólio da experiência de ir ao cinema.

Agora Tarantino decidiu ser diferente e criticou um novo alvo: os atores que estrelam os longas de super-heróis. “Eles não são astros de verdade. Seus personagens são”, alegou. E seguiu:“Parte da ‘Marvelização’ de Hollywood é que você tem todos esses atores que ficam famosos interpretando esses personagens”.

A resposta veio:

Quem não gostou nada dos comentários foi o ator Simu Liu, protagonista de Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis. Nas redes sociais, ele retrucou todas as críticas e apelou para o identitarismo racial, já que ele é asiático e, portanto, pertence a uma minoria.

Liu usou o Twitter para expressar sua opinião. “Se os únicos ‘guardiões’ do estrelato nos cinemas fossem o Tarantino e o Scorsese, eu nunca teria a oportunidade de liderar um filme de mais de 400 milhões de dólares. Fico maravilhado pelo gênio cinematográfico deles. Eles são autores transcendentes. Mas não podem torcer o nariz para mim ou para qualquer pessoa”.

E seguiu: “Nenhum estúdio é ou será perfeito. Mas tenho orgulho de trabalhar com quem faz esforços contínuos para melhorar a diversidade na tela, criando heróis que inspiram pessoas de todas as comunidades, em todos os lugares”, concluiu o ator da Marvel.

Protagonista de Shang-Chi. (Foto: Divulgação)

Sobre o autor

João Mesquita

Comentar

Clique aqui para publicar um comentário